Confira a provável escalação do Cruzeiro para o duelo contra o Vasco, pelo Brasileirão

Com o foco voltado para a disputa da semifinal da Copa do Brasil, o Cruzeiro deve poupar alguns jogadores para o duelo contra o Vasco, neste domingo, pelo Brasileirão.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Vivendo momento de recuperação na temporada, o Cruzeiro busca recuperar os pontos perdidos nas últimas rodadas antes do fim do primeiro turno. Neste domingo, às 19h, o time comandado pelo técnico Rogério Ceni enfrenta o Vasco, no Mineirão, em duelo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Depois da chegada de Rogério Ceni para o comando técnico do time mineiro, o time reagiu consideravelmente na temporada, tanto que em 2 jogos, o time conseguiu 1 vitória e 1 empate. Até mesmo na última rodada, no empate diante do CSA, o Cruzeiro estava vencendo a partida até os últimos lances do jogo, mas acabou sofrendo o gol do empate.

Para a partida deste fim de semana, o Cruzeiro deve ir a campo com time misto, tendo em vista o duelo decisivo pela semifinal da Copa do Brasil contra o Internacional, na semana que vem. Com isso, o Cruzeiro deve entrar em campo com a seguinte escalação: Fábio; Edílson, Fabrício Bruno, Cacá e Egídio; Ariel Cabral, Jadson e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha, Sassá e David.

Griezmann pode ser o novo reforço do Barcelona.( Foto: Marca)

O jovem Cacá, de 20 anos, é mais um jogador que surge no time com muita expectativa. O zagueiro, que entrou no decorrer da partida contra o Santos e foi titular diante do CSA, vem ganhando a confiança do técnico Rogério Ceni.

"Fiz um bom jogo contra o Santos. Substituir o maior zagueiro do Brasil (Dedé) era uma responsabilidade imensa. Fiz bem", destacou Cacá.

"Acho que todo mundo tem o sonho de jogar como titular. Eu também tenho que ver que estou do lado de três grandes zagueiros, e agora está chegando o Edu que é da base. É vivendo e aprendendo. Esperando a minha oportunidade, vou saber aproveitar da melhor forma possível", completou.

Cacá colocou Dedé como uma espécie de espelho no elenco, sendo uma referência técnica e de ajuda para os jovens jogadores.

"Com o Dedé, todos os dias estou aprendendo. Ele é um cara muito humilde, abraça muito os meninos mais novos. Ele dá uma dura, mas é pelo melhor. Um cara que eu considero muito", disse Cacá.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal