Cai o primeiro treinador na Série A, do Brasileirão. Marcelo Chamusca não aguentou após mais uma derrota do Ceará - a última para o Vitória, por 2 a 1, no último domingo. Para o seu lugar, o clube anunciou a chegada de Jorginho, que estava sem clube desde que deixou o comando técnico do Bahia, em julho do ano passado.

Jorginho que chega ao clube ainda nesta semana, já deverá comandar o time contra o Grêmio, às 19 horas, na Arena Castelão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Sem vencer até agora na Série A, o Ceará ocupa atualmente a 19ª colocação do campeonato, com três pontos somados - em seis jogos disputados, são três empates e três derrotas.

Com a chegada do novo comandante técnico, o Ceará já no próximo domingo, contra o melhor time do Brasil, tentará buscar a recuperação do clube na competição. Com uma semana cheia de trabalho, Jorginho poderá apontar para a direção, reforços e dispensas e quem sabe, começar a dar ao time, uma identidade.

Em nota, Jorginho comentou a respeito de sua contratação; veja abaixo um trecho da mesma:

"Estou muito feliz por ter sido lembrado por esse clube. Temos dois objetivos a partir de agora, e que são muito importantes. O Nordestão e a permanência na Série A. Iremos em busca de sair dessa situação. Conheço muito bem a torcida do Ceará. É forte, apaixonada e presente. O apoio nesse momento será muito importante. A Série A é bem difícil, temos que matar um leão a cada jogo, mas é possível, sim, realizarmos um bom trabalho", destacou o novo treinador do clube.

Recém contratado pelo Ceará, Jorginho iniciou sua carreira de treinador em 2005, quando dirigiu o América-MG, depois disso foi auxiliar técnico de Dunga, na Seleção Brasileira - ele também tem passagens como treinador por Goiás, Figueirense, Flamengo, Ponte Preta, Kashima Antlers, Al-Wasl, Vasco da Gama e Bahia.