O Botafogo já tem novo presidente! Sim; trata-se de Durcesio Mello, que assumirá o comando presidencial do clube a partir do dia 1º de janeiro de 2021 e ficará a frente deste até dezembro de 2024. Com uma contagem de votos tumultuada, Mello recebeu 477 votos, dos 825 votos válidos contabilizados.

Durcesio Mello - presidente do Botafogo

O novo mandatário botafoguense de 65 anos é empresário no Rio de Janeiro e para chegar ao "poder" do clube aqui em questão, contou com o apoio eleitoral do ex-presidente do Botafogo - Carlos Augusto Montenegro; amigo pessoal seu. Mello durante sua campanha teve como bandeira principal a "profissionalização" do clube.

Eleição

O pleito eleitoral transcorreu com uma certa tranquilidade, mesmo contando esse com notícia-crime por possível fraude realizada pelo clube contra a chapa "O Mais Tradicional", comandada por Walmer Machado. Segundo a acusação, a chapa em questão teria indicado pelo menos seis sócios já falecidos. Com curto período para abertura de inquérito com o início da eleição, não fora possível concluir tais investigações, porém, as demais chapas concorrentes ainda tentaram impugnar a candidatura de Walmer Machado, que por sua vez também tentou impedir a candidatura de seus opositores.

Desta forma, sem maiores confusões, Durcesio Mello conforme já descrito acima, recebeu 477 votos, com Walmer Machado ficando na segunda colocação, com 219 votos e Alexandro Leite ficando com a lanterna; com 124 votos. Brancos e nulos totalizaram cinco votos.

Em seu primeiro pronunciamento como novo presidente eleito do Botafogo, Mello comentou sobre as dificuldades que enfrentará em seu mandado, principalmente pela dívida do clube estimada em R$ 1 bilhão e também na transformação do clube em Sociedade Anônima - S/A.

"Acredito que a S/A está se encaminhando e que o torcedor do Botafogo poderá em breve se associar também. Estamos conversando com negociadores estrangeiros que ficariam com 51%. Os outros 49% ficariam com os torcedores como eu ou qualquer outro alvinegro. O modelo amador está matando o futebol brasileiro. O Botafogo tem a chance de ser uma S/A, precisamos aproveitar para ser campeão", declarou o novo presidente botafoguense.

Além desta manifestação, o mesmo ainda para finalizar declarou o seguinte:

"O Botafogo moderno é o Botafogo profissional. Com CEO, diretores, metas. Vamos começar amanhã com um "head Hunter" a busca por esse CEO. Também temos muitas pessoas boas aqui no Botafogo e iremos valorizar isso. A transformação, que eu falo, é com profissionalismo. Não prometemos cargos, porque acreditamos em uma gestão profissional".