Depois de cometer uma "gafe", o técnico do Bayern de Munique pede desculpas ao Manchester City, após declarar que estava confiante com a contratação de Sané - dos Citizens.

Como a negociação ainda não se confirmou e parece que não deverá se confirmar, pelo menos nos próximos dias, Niko Kovac pediu desculpas a Pep Guardiola e ao clube inglês pontuando que respeita o contrato do atacante alemão com os Citizens.

"Temos que respeitar aqueles jogadores que tem contrato com outros clubes. É uma norma da FIFA. Falei com o Guardiola para pedir desculpas. Estou consciente de que Sané tem contrato com o Manchester City e também quero pedir desculpas ao clube", declarou o treinador dos "Bávaros", em sua última coletiva.

Mesmo sendo tratada com incerta a sua permanência nos clube inglês pela imprensa europeia, Sané que está avaliado em 100 milhões de euros é um jogador importante para Guardiola, pelo menos foi o que ele declarou publicamente, onde destacou dizendo que deseja mantê-lo em seu elenco para a temporada, no entanto, declarou também que deseja apenas jogadores comprometidos e que estejam contentes na equipe. Por fim disse que a decisão está nas mãos do atleta.

Passando por uma reformulação, a ida ao mercado da bola por parte dos "Bávaros" foi duramente criticada por Robert Lewandowski - um dos principais jogadores do clube. O craque polonês ressaltou que o clube alemão precisa contratar jogadores fortes para a disputa da Champions League.

Vale ressaltar que deixaram ao final da última temporada o Bayern de Munique, nomes como: Robben (aposentado), Ribery (futuro indefinido), Rafinha (Flamengo) e Hummels (Borussia Dortmund).