Com redução de salários, Barcelona comunica acerto com quatro jogadores que renovaram seus contratos nesta semana. Estamos falando do goleiro Ter Stegen, dos zagueiros Clement Lenglet e Gerard Piqué e do meia Frenkie de Jong. O goleiro que se via envolvido em uma novela que já se arrastava desde o último ano, assinou um novo vínculo com os catalães até junho de 2025, enquanto Lenglet e De Jong assinaram até junho de 2026.

Por sua vez, Piqué, de 33 anos, estendeu seu contrato com o Barcelona até junho de 2024, com um valor de rescisão de 500 milhões de euros - algo em torno de R$ 3,3 bilhões. Ainda de acordo com o clube espanhol, o zagueiro aqui em questão assinou um novo vínculo por rendimento, que ainda exige um número mínimo de partidas disputadas na próxima temporada.

Prejuízo financeiro na última temporada

Ainda segundo a direção do Barcelona, essas renovações de contrato incluem - conforme já descrito acima, um "ajuste" temporário de salários, onde por motivos das dificuldades enfrentadas pelo clube por conta da pandemia da COVID-19, esse teve em seu último balanço financeiro um prejuízo de mais de 90 milhões de euros, na última temporada.

Assim como Piqué, os contratos dos demais jogadores aqui listados, também possuem cláusulas de rescisão girando na casa de 300 milhões a 500 milhões de euros.