Após se ver em meio a polêmicas no clube catalão, Lionel Messi que tem contrato válido com o Barcelona até maio do próximo ano, pode finalmente estar pensando em deixar o mesmo, o que da a entender que não podemos mais afirmar que ele estará em Barcelona na próxima temporada.

Depois de quase duas décadas defendendo os "culés", Messi pode começar a repensar o seu futuro depois dos últimos acontecimentos no Camp Nou - conforme já declaramos acima. Com uma crise política instalada no clube espanhol, onde Messi se envolveu em uma polêmica durante essa emana com o diretor - Abidal, somado a sua não renovação de contrato; pelo menos até o momento, fazem com que os jornais esportivos alimentem especulações a respeito do futuro do astro argentino.

Messi pode deixar o Barcelona gratuitamente na próxima temporada.
Messi pode deixar o Barcelona gratuitamente na próxima temporada.

Assim, o jornal italiano "Gazzetta dello Sport" informa que alguns clubes do "velho continente" poderiam estar monitorando a situação do atual melhor jogador do mundo. O diário diz que pelo menos cinco clubes da Europa estariam interessados em contar com o argentino em seus elencos; são eles: Manchester City, Manchester United, Paris Saint-Germain, Juventus e Inter de Milão.

Mesmo com uma saída de forma gratuita em termos de contrato, o custo para ter um dos melhores jogadores da atualidade não seria baixo para os clubes interessados. O jornal acima citado informa que para ter Messi, o time interessado em contar com seu futebol teria que desembolsar cerca de 50 a 80 milhões de euros por temporada - algo próximo a R$ 372 milhões - no valor mais alto. Nesta situação, o Manchester City poderia ser o clube mais próximo de levar o argentino.

Já visando uma possível saída de Messi, o Barcelona já teria em mente uma espécie de "plano B" para ocupar o seu lugar. Podendo repatriar Neymar e ainda de quebra trazer Lautaro Martínez - se tudo isso chegar a acontecer, o brasileiro com certeza herdaria a camisa 10 que é atualmente vestida por Lionel Messi - por outro lado, se esse clube for o PSG a levar o craque argentino, fica aqui à seguinte pergunta: Neymar aceitaria deixar o clube francês para voltar a defender o Barcelona?