Sem dúvidas, Messi já está entre os maiores da história do Barcelona. Entretanto, para permanecer no clube, o craque argentino estabeleceu condições para a diretoria. Em entrevista ao jornal Sport, o camisa 10 blaugrana confirmou que quer encerrar sua carreira no clube espanhol, mas que é necessário manter um projeto vencedor.

"Quero estar no Barcelona o máximo que eu puder, fazer aqui toda a minha carreira porque essa é minha casa. Mas também não quero ter um contrato longo e ficar aqui porque tenho um vínculo e sim porque quero estar bem fisicamente, jogar e ser importante, ver que há um projeto ganhador", afirmou o astro na entrevista.

Ainda na entrevista, Messi declarou que ficaria encantado com um possível retorno de Neymar, e afirmou que o craque brasileiro estaria muito tentado a voltar para o Barcelona. Além disso, afirmou que seria bom para a estabilidade do clube se não houvesse tantas mudanças na estrutura esportiva e aponta o nome do ex-jogador Carles Puyol como candidato à secretário técnico.

mmm

"Sinceramente não sei (se o Barcelona fez o possível para recuperá-lo). Não tinha muitas informações sobre como as negociações avançavam. Ney queria muito. Também entendo que é muito difícil negociar com o Paris (Saint-Germain) e é difícil por tratar-se dele, que é um dos melhores", acrescentou o craque argentino.

Outro ponto importante na entrevista de Messi foi a sua declaração de que o elenco do Barcelona não pediu a contratação de Neymar. Como a contratação de Neymar não foi possível, o argentino confirmou que não manda no vestiário.

A preferência por Neymar expõe que o restante do elenco não queria a contratação do francês Antoine Griezmann, principal reforço do Barcelona na temporada. Perguntado se já o conhece bem, Messi foi mais sucinto, se limitando a dizer que ainda não treinou muito com o grupo devido à lesão que o tirou do início da temporada.