Atletico de Madrid pode bloquear ida de Griezmann ao Barcelona; entenda

Segundo declaração do presidente da LaLiga, Javier Tebas, o Atletico de Madrid enviou um documento oficial questionando a ida de Griezmann ao Barcelona, alegando irregularidades financeiras.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

O que antes era ameaça, agora se tornou concreto: O Atletico de Madrid acionou o Barcelona no corpo jurídico da LaLiga, apontando irregularidades financeiras na ida de Griezmann ao Barcelona. Quem comunicou essa informação foi o presidente da entidade máxima do futebol espanhol, Javier Tebas:

"Não posso dar opinião, mas sei que o Atlético mandou um comunicado à LaLiga e questionou se devíamos dar a licença de Griezmann para o Barcelona. Há um mecanismo em nosso estatuto que foi colocado em prática e são esses órgãos que vão lidar com essa situação", afirmou Tebas em entrevista ao programa El Transitor, da rádio Onda Cero.

O Atletico de Madrid acredita que deveria receber 80 milhões de euros ( cerca de R$ 336 milhões) além dos 120 milhões de euros (R$505 milhões) que foram pagos pelo Barcelona, sobre o valor da multa rescisória do jogador. Tudo isso acontece porque o clube catalão efetivou o pagamento da multa rescisória um dia após o valor cair de 200 para 120 milhões de euros. Em contrapartida, os colchoneros alegam que Griezmann estava acordado com o Barcelona desde o fim de março, quando o valor da multa rescisória era ainda de 200 milhões de euros (cerca de R$ 505 milhões).

"Não sei se isso quebra muito ou não (a regra que você não pode negociar com um jogador que tenha contrato em vigor). Quem considera que foi violado deve fazer como o Atlético, para defender seus direitos. O Atlético afirma ter provas de que foi violado. Há um conflito com muitos limites legais que não terminará nos próximos dias, vai demorar muito", afirmou.

Griezmann foi contratado pelo Barcelona nos últimos dias. (Foto: O Jogo)Griezmann foi contratado pelo Barcelona nos últimos dias. (Foto: O Jogo)

 

Tebas também garantiu que LaLiga tem capacidade de barrar a transferência de um jogador, apontado que em caso de conflito pelos direitos de um atleta é papel da liga tomar uma decisão.

Apesar da notícia ter saído diretamente da boca do mandatário da liga, o diário Mundo Deportivo publica, nesta quarta-feira, que fontes dentro da entidade garantem que não há nenhuma denúncia do Atlético sobre o caso, nem nenhuma petição formal para barrar a transferência dos direitos do atleta.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal