Barcelona e Neymar terão mais um encontro na próxima semana, agora para uma audiência judicial na cidade de Barcelona, onde as partes deverão entrar em acordo sobre o bônus de renovação pago pelo clube catalão ao craque da seleção brasileira por sua renovação de contrato não cumprida pelo atleta.

A audiência está marcada para a próxima terça-feira, como consequência do processo aberto pelo Barcelona contra o atacante no dia 11 de agosto, dias após o brasileiro ser anunciado como jogador do PSG. No processo o Barça solicita a devolução dos 26 milhões pagos ao atleta pela extensão de contrato até 2021, assinada um ano antes de sua transferência para a França.

Em relação ao processo, com o deposito empenhorado, o clube espanhol alega que Neymar perdeu o direito ao bônus por ter cumprido somente um ano de seu novo contrato. A diretoria do Barcelona ainda pede mais 8,5 milhões de euros por danos e prejuízos e um adicional de 10% de juros. A argumentação do Barcelona é que o Paris Saint-Germain pode assumir os custos, caso o atleta não o faça.

Em contra-partirda, Neymar também abriu um processo contra seu ex-clube na FIFA, o atacante brasileiro está pedindo a liberação da segunda parte do pagamento do referido bônus, que também estaria depositado em juízo, a espera de uma solução judicial.