Gesto de Coutinho em gol marcado na Champions causa polêmica na Espanha

O gesto do jogador causou polêmica na Espanha. Além de tampar os ouvidos, alguns jornais espanhóis dizem que ele proferiu alguns palavrões em “português” para a torcida.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Um dia após polemizar com sua comemoração o seu gol marcado diante do Manchester United pelas quartas de final da Champions League, Philippe Coutinho deverá juntamente com seus representantes ter o encontro ao qual noticiamos aqui mesmo no início desta semana, onde se encontrará com a direção do "Barça" para discutir a sua permanência ou não no clube catalão.

No entanto ao que tudo indica, Coutinho deve mesmo pedir para sair do Barcelona, ainda mais após o que demonstrou nesta última terça-feira após a marcação de seu belíssimo gol diante do United, onde o atleta brasileiro fechou os ouvidos num gesto de não escutar a "torcida", que nos últimos tempos vem criticando e muito o meia-atacante.

Coutinho tampa os ouvidos após o belíssimo gol marcado diante do United, pela Champions League.Coutinho tampa os ouvidos após o belíssimo gol marcado diante do United, pela Champions League.

O gesto do jogador causou polêmica na Espanha. Além de tampar os ouvidos, alguns jornais espanhóis dizem que ele proferiu alguns palavrões em "português" para a torcida. Após o apito final Coutinho não quis dar entrevista e preferiu não comentar o episódio, o que para essa mesma imprensa, indica que a ação do camisa 7 do Barça é sim uma resposta a alguns torcedores que o vaiavam nos últimos jogos no Camp Nou e para parte deles (imprensa) que o criticava.

Porém, um dos jornais esportivos de maior circulação na Cataluña não poupou o brasileiro, onde o "Sport" meteu o "verbo" ao comentar a atitude do meia-atacante, dizendo que seu gesto foi uma "falta de respeito" com os torcedores.

Na coletiva após o jogo, o treinador do Barcelona - Ernesto Valverde questionado sobre o tema tentou se esquivar dessas perguntas, mas salientou que é preciso saber conviver com a pressão no clube.

"Eu não vi, não sei o que aconteceu, Eu fico com o golaço que ele marcou. Se foi injusto? Tem que ver, temos que saber que estamos em um clube onde o nível de exigência é muito alto, onde tem que ganhar tudo, onde existe uma grande carga de pressão ao redor e todos estamos sujeitos a essa crítica. Sabemos o mundo em que estamos, mas tampouco podemos exigir que Coutinho esteja marcando gols permanentemente", finalizou.

Diferentemente do que fez o "Sport", o jornal "Marca" por outro lado elogiou o atacante catalão: "Enfim, Coutinho!".

Com o gol marcado nesta última terça-feira sobre o time inglês pela Champions League (o terceiro na competição), Coutinho chegou a 11 marcados, em 47 jogos nesta temporada.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal