O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, concedeu entrevista para a rádio espanhola "Cadena Cope". Perguntado sobre vários assuntos, os mais importantes foram a volta de Neymar ao clube, e um possível interesse dos catalães no meia espanhol Isco. 

Sobre o primeiro assunto, a rádio questionou sobre as notícias de que Neymar teria pedido para voltar ao Barcelona. Sobre isso, Bartomeu foi enfático:

- Estamos preparando a próxima temporada, e o nome de Neymar não está sobre a mesa. Estamos falando de um jogador do PSG, e não acho que o PSG quer se desfazer de um jogador como ele - afirmou o presidente.

Além disso, o presidente blaugrana tratou de deixar bem claro que, diferente do que os meios de imprensa europeus, em nenhum momento recebeu ligações do jogador e de seu pai, para voltar à Catalunha:

- Neymar nunca me disse que queria voltar ao Barça. Nem ele nem seu pai me ligaram.- esclareceu o dirigente.

Sobre uma possível chegada de Isco, que não está contente no Real Madrid e desperta interesse de grandes clubes europeus, Bartomeu deixou claro que não existe pacto de não-agressão com o rival, e deixou as portas abertas para uma possível chegada:

- Se nosso treinador pedir um jogador e ele quiser deixar o Real Madrid, claro que contrataríamos. Mas isso não aconteceu desde que estou aqui. Não há pactos de não-agressão, e cada um tenta fazer seu time mais competitivo - pontuou.

Neymar se transferiu em 2016 para o PSG, quando o clube francês pagou a multa recisória no valor de 222 milhões de euros e se tornou a transferência mais cara da história do futebol mundial. Na época, a negociação causou muita polêmica nos bastidores do clube espanhol.