Está parecendo novela, mas é vida real. Barcelona enviou hoje à Real Federação Espanhola de Futebol - RFEF, uma queixa contra Neymar por descumprimento de contrato. O clube catalão cobra uma indenização de 8,5 milhões de euros por danos morais, mais 10% de juros. Na verdade o Barcelona quer o dinheiro que pagou ao jogador quando esse renovou o seu contrato, alegando que o mesmo não cumpriu com os termos acordados.

No documento enviado ao RFEF, o ex-clube de Neymar Jr. informa que se o atleta não pagar a multa, o Paris Saint-Germain terá que assumir o pagamento do valor em causa. O clube espanhol também alega que está defendendo seus interesses após Neymar tomar a decisão de sair do clube e que está levando em conta a renovação de contrato assinado pelas partes - contrato esse com validade até 2021.

Sobre o caso, Neymar primeiramente desconversou, mas depois falou: "Não tenho nada a falar para a direção do Barcelona. Para mim... Na verdade tenho sim o que falar: estou muito triste com essa situação, principalmente com eles. Passei quatro anos no Barcelona e fui muito feliz. Comecei feliz, passei os quatro anos felizes e sai feliz. Mas não com a direção. Pra mim eles não deveriam estar à frente do Barça. O clube merece muito mais e todos lá sabem disso".

Em seu novo clube, Neymar já soma três gols e três assistências em dois jogos, dando assim para entender a dor da direção do clube catalão.