Em meio a uma nova onda da pandemia que já paralisou o planeta e afetou muito economicamente, principalmente aqui falando do futebol, o Barcelona que vive uma séria crise financeira e com outros temas tomando conta das páginas esportivas, o clube catalão neste final de semana elegerá o seu novo presidente.

Candidatos

Com três candidatos disputando o cargo principal dentro do clube: Joan Laporta, Toni Freixas e Victor Font; seja lá quem for o vencedor dessa eleição, o trabalho do novo mandatário do "Barça" será um grande desafio.

Com o clube envolvido em páginas policiais por conta da prisão de seu ex-presidente - Josep Maria Bartomeu, suspeito de "crimes de administração desleal e corrupção", aliado a suposta contratação de uma empresa para realizar campanhas de difamação contra opositores, que acabou atingindo algumas das estrelas do time, como Messi e Piqué, acelerada ainda mais com a eliminação nas semifinais da Supertaça Espanhola, em 2020, fizeram com que o clube entrasse de vez em estado de ebulição.

O maremoto institucional só aumentou com a chega do Coronavírus, onde a paralisação do futebol e os cortes de parte dos salários dos jogadores, fizessem que o clube terminasse a última temporada com um prejuízo na casa dos 97 milhões de euros, que se juntaram a uma dívida de 1,1 bilhão de euros.

Sem títulos e pedido de saída de Messi

Sem levantar uma taça se quer desde 2019, o Barcelona após o retorno do confinamento, acabou vendo o Real Madrid conquistar o campeonato nacional e o Bayern de Munique eliminá-lo das quartas de final da Champions League, com uma goleada histórica de 8 a 2. Abalado com o golpe e já descontente com diversos fatores internos, Messi chegou a pedir publicamente para deixar o Camp Nou antes do início da temporada atual e nem mesmo pedidos para permanecer da direção o garantem no clube na próxima temporada.

Assim sendo, entre trancos e barrancos até aqui, o Barcelona viverá grande momento no próximo domingo, onde elegerá seu novo presidente e que esse consiga trazer de volta a tranquilidade em âmbito institucional ao clube.