Com praticamente nenhuma movimentação na janela de transferências no futebol mundial devido a "COVID-19", principalmente no Brasil, isso não quer dizer que os clubes não estejam se movimentando, como é o caso do Atlético-MG, que demonstra reais interesses em contar com a volta de Róger Guedes, que atualmente disputa o campeonato chinês, porém, a negociação pode ficar congelada por mais alguns meses.

Tudo dependerá de uma orientação da Confederação Brasileira de Futebol, através da FIFA, visto que a janela internacional para entradas no país se encerra nesta quinta-feira, a meia-noite.

Róger Guedes.
Róger Guedes.

Devido ao cenário do Coronavírus, este prazo final poderá ganhar mais algum tempo, uma vez que não há prazo para a volta dos jogos e treinos das equipes no país. Em uma informação repassada ao site "globoesporte.com", a CBF informou que a FIFA deverá realizar um "call" para as confederações nacionais com novas orientações a respeito do assunto. Existe grande chance da FIFA ampliar o prazo para compensar os efeitos da pandemia no futebol.

Se isso realmente ocorrer, o "Galo", assim como os demais clubes nacionais poderão registrar seus novos jogadores em julho, lembrando que será exatamente neste período que a janela de transferências internacionais voltará a se abrir no Brasil - esse prazo será de 30 dias.

Além de Róger Guedes, o Atlético-MG tem outros nomes internacionais em sua mira - para assim contentar Jorge Sampaoli, que ainda não teve a oportunidade de comandar sua nova equipe.