Neste último domingo, o Atlético-MG confirmou o acerto com seu mais novo comandante técnico - trata-se do argentino Jorge Sampaoli, quem em 2019 por muito pouco não acertou com o "Galo" após ter deixado o Santos. O técnico argentino irá assinar um vínculo com o clube mineiro em questão por duas temporadas.

Porém, o que levou Jorge Sampaoli a dizer "sim" ao Atlético-MG agora e não ao final do último ano?

De acordo com informações publicadas pelo site "UOL Esporte", um dos principais fatores ao acerto entre treinador e clube, foi à garantia de que reforços serão contratados, uma vez que o técnico pediu ao menos cinco reforços à diretoria alvinegra para as seguintes posições: Goleiro, volante, meia e dois atacantes. Para complementar, diferentemente da conversa entre clube e treinador tida em 2019, desta vez Sampaoli não fez exigências consideradas fora da realidade do "Galo".

Sérgio Sette Câmara (presidente do Galo) e Jorge Sampaoli (treinador).
Sérgio Sette Câmara (presidente do Galo) e Jorge Sampaoli (treinador).

Desde a última negociação realizada ao final do último ano, para a de agora, o novo comandante técnico do Atlético-MG já encontrará quatro reforços, uma vez que o clube mineiro já anunciou o volante - Allan, o lateral - Guilherme Arana, o meia - Savarino e o atacante - Diego Tardelli.

Sem competições "importantes" até maio - tendo apenas o Campeonato Mineiro em disputa, Sampaoli terá tempo suficiente para fazer sua nova equipe jogar um futebol convincente no Brasileirão e também para colocar em prática as suas ideias para quem sabe no final de abril, busca o título mineiro.

Mesmo tendo clássico diante do seu maior rival, neste próximo sábado, Sampaoli não deverá estar à beira do gramado para comandar o Atlético-MG diante do Cruzeiro, uma vez que durante essa semana ele ainda deverá cuidar de assuntos particulares, entre elas, organizar sua mudança para Belo Horizonte. Assim sendo, James Freitas deverá comandar o "Galo" contra a "Raposa" no clássico mineiro válido pelo campeonato estadual, no próximo sábado, no estádio do Mineirão.