Seguimos com a "novela" do Atlético-MG na busca por um treinador em 2021. Após anunciar oficialmente a saída de Sampaoli, que trocou o Brasil pela França, o "Galo" partiu em busca de um novo comandante técnico para sua equipe principal, tendo diversos nomes em sua lista, com Renato Portaluppi entre o preferencial, mas segundo as últimas informações, esse teria negado o convite, assim sendo, Cuca passou a ser o "ficha 1", estando ele muito próximo de ser anunciado.

Sim, o Atlético-MG tem um acordo com o técnico Cuca - velho conhecido dos torcedores do "Galo", podendo ter essa negociação selada e oficializada até essa sexta-feira, com o novo treinador sendo apresentado oficialmente no início da próxima semana.

Acordo com Cuca

Ainda segundo os últimos relatos vindos da "Cidade do Galo", o contrato entre o clube e o treinador seria de duas temporadas, visto que o Atlético-MG pretende implantar um trabalho longo ao seu próximo comandante; visando a inauguração de seu estádio próprio, prevista para 2022.

Livre no mercado desde que deixou o Santos, a uma rodada do fim do Campeonato Brasileiro de 2020, o técnico então passou a ser um dos principais alvos da direção atleticana, após algumas tratativas frustradas com Renato Portaluppi.

Se confirmado for, Cuca voltará ao "Galo" depois de sete anos, onde deixou a "Cidade do Galo" ao final da temporada de 2013.

Primeira passagem de Cuca pelo Atlético-MG

Cuca chegou ao "Galo" em setembro de 2011 na tentativa de livrar o clube do rebaixamento do Campeonato Brasileiro daquele ano e conseguiu alcançar o objetivo, no entanto, ficou marcado pelos 6 a 1 na goleada para seu maior rival - o Cruzeiro na última rodada do nacional. Porém, fora mantido no cargo, chegando no ano seguinte ao vice-campeonato do Brasileirão. Já em 2013, alcançou a maior glória: levando o Atlético-MG ao título inédito da Libertadores da América, deixando o mesmo ao final daquela temporada, logo após a disputa do Mundial de Clubes, onde terminou a competição na terceira colocação.