Lanús vira pra cima do River e vai à final inédita da Libertadores

Partida teve intervenção do árbitro de vídeo e foi determinante para o resultado.

Por
Compartilhe

Uma partida que tinha tudo para ser protocolar - o River venceu a primeira partida e no jogo da volta abriu logo 0-2 em pouco mais de 20 minutos - se tornou numa digna batalha argentina. Os adversários do mesmo país vivem mundos completamente diferentes (o River tem camisa pesada, três títulos da competição e um orçamento muito maior, enquanto o Lanús é "time de bairro" e com menor expressão), mas isso não entra em campo quando se tem vontade, organização e raça. 

O árbitro de vídeo, estreante na Libertadores, entrou em ação e foi determinante em pelo menos dois momentos da partida. No primeiro tempo - com 0-2 no placar para o River - o treinador Marcelo Gallardo pediu ao 4º árbitro se o árbitro de vídeo não iria intervir no lance de um potencial pênalti para o River Plate e foi negado pela equipe de arbitragem. Mais tarde, no segundo tempo, com o jogo quente e o placar em 3-2 para o Lanús, o Árbitro reviu um lance na área e assinalou pênalti para o time da casa. O gol do Lanús deu a classificação para a equipe.

Lanús vira pra cima do River e vai à final inédita da Libertadores

Com o resultado amplamente comemorado pelos jogadores e torcida, o Lanús chega à primeira final de Libertadores de sua história. Em 2013 a equipe conquistou a Copa Sul-Americana. 

Leia também:

A outra vaga na Final será decidida hoje na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O time da casa tem uma ampla vantagem sobre o rival; venceu por 0-3 na primeira partida da semifinal e agora só precisa empatar ou até perder por dois gols de diferença para avançar. Hoje à noite saberemos.

 

Comentários