Treinador do Lanús não teme Grêmio em uma final da Libertadores

Almirón disse estar confiante para o jogo diante do River e que não se animou muito com a exibição do Grêmio.

Por
Compartilhe

Em tom de confiança, Jorge Almirón não vê dificuldades em enfrentar o Grêmio na final da Libertadores – mas pelo visto ele esqueceu de alguma coisa; ele tem que vencer o River Plate primeiro para classificar o Lanús a grande final.

Treinador do Lanús diz não temer o Grêmio em uma final.Treinador do Lanús diz não temer o Grêmio em uma final.

Em entrevista ao canal “TyC Sports”, o treinador do Lanús afirmou que viu a atuação do Grêmio na vitória de 3 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil e diz que não se animou muito com que viu. Caso consiga classificar sua equipe, Almirón disse que vê o Lanús com grandes possibilidades de conquista a Libertadores.

Aos 46 anos, Jorge Almirón está no comando técnico do Lanús desde a metade de 2015, sendo ele o grande responsável pelo sucesso recente da equipe, que é a atual Campeã Argentina e campeã da Supercopa Argentina, diante do mesmo adversário das semifinais da Libertadores – o próprio River Plate.

Perguntado se do confronto entre Lanús e River sairia o Campeão da Libertadores, Almirón respondeu que sim.

“Dessa chave sai o campeão da Copa?”, perguntou o repórter.

“Assim, é verdade”, respondeu o treinador do Lanús.

Ainda durante a entrevista, Almirón disse que não faltou com respeito aos torcedores do River, mas que apenas afirmou que não se sente pressionado para o jogo da volta.

“Nós queremos vencer e ainda jogar bem, mas as finais temos que ganhá-las. O River é muito grande, jamais faltaria respeito aos torcedores, só disse que não nos sentimos dominados”.

Mas para que sua equipe consiga chegar à grande final da competição, ele terá que primeiro se preocupar com o River Plate sim, pois o time da capital Argentina venceu o primeiro jogo pelo placar de 1 a 0. O jogo da volta será na próxima terça-feira, as 22h15, no estádio La Fortaleza e para conseguir chegar a inédita decisão da Libertadores, o Lanús terá que vencer o clube da capital por diferença de dois gols ou bater o rival por 1 a 0 e decidir a vaga nos pênaltis.

 

Comentários